sábado, 21 de novembro de 2009

Vestibular de verão - Candidatos podem se inscrever até segunda-feira

Termina na segunda-feira, dia 23, o prazo de inscrições para o vestibular de verão da Feevale. A prova será realizada no dia 29 de novembro, às 13 horas, no Campus II. Nesta edição, são oferecidas 41 possibilidades de ingresso, entre cursos e habilitações, num total de 2.060 vagas.



Locais de inscrição


Os candidatos podem se inscrever pela Internet (www.feevale.br/ingresso ), no Bourbon Shopping São Leopoldo (Av. Primeiro de Março, 821) ou em três locais diferentes em Novo Hamburgo: Bourbon Shopping Novo Hamburgo (Av. Nações Unidas, 2001), Campus I (Av. Dr. Maurício Cardoso, 510) ou Campus II (RS-239, 2755).



Formas de seleção


Os candidatos poderão escolher uma entre as cinco opções:




1) Redação Feevale: realização somente da prova de redação elaborada pela Instituição;






2) Redação + prova objetiva Feevale: realização da prova de redação e da prova objetiva elaborada pela Instituição;






3) Redação ENEM*: aproveitamento da nota de redação do ENEM, a partir do ano de 2000;






4) Redação + prova objetiva ENEM*: aproveitamento das notas de redação e da prova objetiva do ENEM, a partir do ano de 2000;






5) Redação ENEM + prova objetiva Feevale: aproveitamento da nota de redação do ENEM, a partir do ano de 2000, e realização da prova objetiva elaborada pela Feevale.





* Os candidatos que optarem por ingressar através das formas de seleção 3 ou 4 não realizam prova no Campus. Assim, não necessitam comparecer à Feevale no dia do vestibular, devendo somente verificar a sua classificação posteriormente.





Cursos oferecidos

Confira, a seguir, os cursos oferecidos neste vestibular, bem como a modalidade de cada um:



- Administração (bacharelado)

- Arquitetura e Urbanismo (bacharelado)

- Artes Visuais (bacharelado)

- Biomedicina (bacharelado)

- Ciência da Computação (bacharelado)

- Ciências Biológicas (bacharelado)

- Ciências Contábeis (bacharelado)

- Ciências Farmacêuticas (bacharelado)

- Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo (bacharelado)

- Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda (bacharelado)

- Comunicação Social - Habilitação em Relações Públicas (bacharelado)

- Design (bacharelado)

- Design de Moda e Tecnologia (bacharelado)

- Direito (bacharelado)

- Educação Física (bacharelado)

- Educação Física (licenciatura)

- Enfermagem (bacharelado)

- Engenharia de Produção (bacharelado)

- Engenharia Eletrônica (bacharelado)

- Engenharia Mecânica (bacharelado)

- Engenharia Química (bacharelado)

- Fisioterapia (bacharelado)

- Gestão da Produção (formação específica)

- História (licenciatura)

- Letras - Habilitação em Português/ Inglês e respectivas literaturas (licenciatura)

- Licenciatura em Computação (licenciatura)

- Nutrição (bacharelado)

- Pedagogia (licenciatura)

- Psicologia (bacharelado)
- Quiropraxia (bacharelado)

- Sistemas de Informação (bacharelado)
- Turismo (bacharelado)



Cursos de graduação tecnológica (curta duração):


- Comércio Exterior
- Construção de Edifícios
- Gastronomia

- Gestão Ambiental

- Gestão de Recursos Humanos

- Gestão Financeira

- Gestão Hospitalar

- Jogos Digitais

- Sistemas para Internet




Mais informações






www.feevale.br/ingresso , vestibular@feevale.br ou (51) 3586-8811.

Dia da Consciência Negra é comemorado

Dia da Consciência Negra é comemorado
 pelas crianças de Novo Hamburgo
















Na manhã desta sexta-feira, 20 de novembro, a Praça do Imigrante foi palco de apresentações de diversas escolas do Município. Com a temática da igualdade racial, o evento serviu para comemorar o Dia da Consciência Negra, celebrado neste dia. As escolas de Ensino Fundamental Caldas Júnior e Vereador Arnaldo Reinhardt, levaram para o público presente danças da cultura afro-brasileira, com o objetivo de relembrar os costumes e integrar a sociedade.


Os alunos do projeto Afoxé, desenvolvido pela Escola Caldas Júnior, apresentaram uma dança africana que trouxe lembranças da época dos Quilombos. Já as crianças da Escola Vereador Arnaldo Reinhardt apresentaram uma coreografia de Hip Hop do projeto Tenha Fé, que busca na dança e na música uma maneira de ensinar e conscientizar. Durante as apresentações, o coordenador de Políticas Públicas de Promoção de Igualdade Racial, Eduardo Tamborero, lembrou da trajetória do povo negro. “Hoje é um marco na história dos negros, e é também uma vitória para toda a comunidade que luta pela igualdade racial. E toda a trajetória desse movimento em Novo Hamburgo está refletindo dentro dos currículos escolares, que se organizam e estudam sobre o povo negro, e esse trabalho vai formar novos cidadãos, com novos pensamentos”, comemora Tamborero. A ação está inserida na programação da Semana da Consciência Negra de Novo Hamburgo, promovida pela Coordenadoria de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial (COMPPIR), que reserva atividades até sábado, 21 de novembro.

Músicos da Guiné-Bissau e Galícia na Feira da Música do Sul

Projeto Aló Irmão traz diversidade cultural para Feira da Música do Sul





O galês Narf e o guineense Manecas Costa apresentaram seu show Aló




Irmão na noite dessa quinta-feira (19), na abertura da Feira da Música




do Sul.


São duas vozes e duas guitarras que constróem pontes entre


dois universos culturais que compõem uma única raça humana. Cantando


em galês, crioulo, português ou inglês, a mensagem é uma só: a emoção,


quebrando todas as fronteiras imaginárias entre nós.






O repertório do show incluiu músicas originais compostas por


Costa e Perez e canções dos trabalhos solo de cada um deles, melodias


de um território estético comum no meridiano que passa sobre a


Galícia, Portugal e Guiné-Bissau.






A Feira da Música do Sul tem programação até domingo, dia 22, com


entrada franca para todas as atividades. O programa está disponível no


site www.feiradamusicadosul.com.br.






Conheças as músicas do Aló Irmão acessando http://www.myspace.com/aloirmao






Trecho do show “Aló Irmão” no Teatro Principal de Santiago de Compostela


http://www.youtube.com/watch?v=Kj_iJ5i86V4














Realização: GB Produtora


Parceiros: Assembleia Legislativa do RS, Fórum da Música do RS,


Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo e Fenac


Apoio: BM&A, CEEE, Sebrae, BNDES, Unimed, Vonpar e Converse


Patrocínio: Petrobras e Eletrobrás


A Feira tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério


da Cultura.






Assessoria de imprensa da Feira da Música do Sul


 imprensafms@gmail.com ou juthomaz75@hotmail.com










Serviço:


O que: Feira da Música do Sul


Quando: de 19 a 22 de novembro, das 13h às 24h


Onde: Pavilhões da Fenac - Av. Nações Unidas, 3825 – Novo Hamburgo/RS


Entrada Franca

Novo Hamburgo decreta situação de emergência

Novo Hamburgo decretou situação de emergência nesta sexta-feira, dia 20 de novembro, devido aos danos causados pela chuva que atingiu a região durante essa semana. Com isso, a Prefeitura irá receber materiais para auxiliar a comunidade que sofreu com os estragos causados pelo mau tempo. A Defesa Civil, juntamente com a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SESMUR), Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos (SEMOPSU) e Guarda Municipal, está em alerta para atender os hamburguenses nesse final de semana em função da previsão de mais chuva.

As equipes da Prefeitura trabalharam nessa sexta-feira no corte e recolhimento das árvores que caíram, na desobstrução de vias, limpeza de boca de lobo e locais onde houve deslizamento de terras. Além disso, as equipes continuam mantendo contato com as famílias que tiveram suas casas destelhadas. “O que mais nos preocupa é o vendaval, pois o Rio dos Sinos não tem causado problemas”, explica o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Luiz Fernando Farias. O nível do Rio dos Sinos baixou oito centímetros desde quinta-feira, dia 19, e se estabilizou, medindo 6,54 metros no final da tarde de sexta-feira, dia 21.

A Defesa Civil contabilizou 100 casas atingidas pelo vendaval e 190 pelas cheias dos arroios. No Município, 15 famílias, totalizando 56 pessoas, estão abrigadas na Escola Municipal Harry Roth, no bairro Canudos. De acordo com o secretário da SEMOPSU, Lino De Negri, a secretaria contabilizou aproximadamente 290 ocorrências entre problemas de infiltração e entupimento de esgotos, deslizamento e remoção de terra, além da solicitação de recolhimento de aproximadamente 58 árvores e averiguação de 120 pontos de iluminação com problemas.

As pessoas que precisarem de auxílio podem entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone (51) 9964-3889.

CONTOS DE JORGE EDUARDO MAGALHÃES

Paulinho vai voltar



“Paulinho vai voltar!” Era o que sempre dizia Dona Terezinha desde que Paulinho, seu filho, saíra para ir à escola quando tinha apenas dez anos e nunca mais voltou.


Fazia vinte e cinco anos que ele havia desaparecido sem deixar vestígios, mas Dona Terezinha não perdia a esperança do filho um dia voltar.


Por mais que seu marido Aluísio insistisse em venderem a casa e se mudarem, Dona Terezinha teimava e dizia que não saía dali enquanto Paulinho não voltasse e que tinha certeza de que ele ainda estava vivo.


Naquele dia completavam exatos vinte e cinco anos do seu desaparecimento e Dona Terezinha o sentia mais próximo do que nunca, tinha a intuição de que em breve Paulinho voltaria. Despertou de seus devaneios com alguém que chamava do portão.


Não podia acreditar, era um rapaz de trinta e poucos anos, cabelos pretos e ela conhecia aqueles olhos, tinha quase certeza de que era Paulinho. Teve o impulso de correr, abraça-lo, mas achou melhor se certificar.


- Pois não!


- É aqui que mora a Dona Alzira?


- Não, é aqui do lado.


O rapaz sorriu e agradeceu dizendo que era sobrinho da vizinha. Não havia sido daquela vez, mas continuava com a certeza de que um dia Paulinho iria voltar.













MARCELO SGUASSABIA


Marcelo Sguassábia


CHEGOU NADA. ERA TUDO O QUE FALTAVA!













Você nunca viu nada igual a Nada. Nada é tudo o que você sempre sonhou para satisfazer suas múltiplas, específicas e metafísicas necessidades. Chega de fórmulas milagrosas e soluções instantâneas que prometem e não cumprem. Nada resolve mesmo. O resto, de nada adianta.



NADA É DE QUALIDADE

Da escolha das melhores matérias-primas ao produto final, todo o processo de produção de Nada passa pelo mais rigoroso controle de qualidade. Isso assegura resistência, durabilidade e altíssima performance em condições extremas de utilização, fatores importantíssimos num produto dessa natureza.



TAMBÉM DISPONÍVEL EM REFIL. MAIS ECONOMIA E PRATICIDADE PARA VOCÊ.

Não, você não precisa comprar um novo Nada quando ele chegar ao fim. Basta um refil e pronto: você tem toda a ação de Nada sem ter que adquirir outro aparelho.



OFERTA ESPECIAL DE LANÇAMENTO

Por um precinho de nada você leva seis kits e só paga cinco. Cada um dos kits contém 30 unidades, quantidade suficiente para um mês e meio de uso individual ininterrupto (tomando-se como base uma pessoa de 80k, de hábitos regulares, ossatura robusta e sem vícios desabonadores).



NADA IRÁ REVOLUCIONAR SEU ESTILO DE VIDA. FAÇA JÁ O SEU PEDIDO

Não deixe Nada para depois. Ligue agora para 0800 00 00 00 e junte-se aos milhares de consumidores que tiveram suas vidas transformadas por Nada. Se preferir, faça seu pedido pela internet através do site www.nadaonline.com.



ATENDEMOS TODO O BRASIL

Esteja onde estiver, a tecnologia e a inovação de Nada vão até você. Um bem estruturado departamento de distribuição e logística, em conjunto com nossos promotores de vendas, garantem Nadas sempre fresquinhos nas prateleiras e quiosques de degustação. Através do Nothing Delivery, despachamos Nada para todo o território nacional, sem custos de frete.



NADA AGRADA COMO PRESENTE

Com Nada nas mãos você tem certeza de agradar em cheio. Vaibem como lembrança de aniversário, presente de casamento, Crisma, Dia dos Pais ou mesmo de amigo secreto, nas festinhas de confraternização da firma.



AS NOVAS VERSÕES DE NADA



NADA KIDS

E para os baixinhos, nadinha? Claro, eles também têm vez. A gurizada vai se divertir a valer com Nadas de espuma, cores cítricas e cantos arredondados, de acordo com as normas de segurança e os padrões ABNT.

NADA LIGHT

Todo o sabor, a crocância e as propriedades nutritivas de Nada sem nada de calorias e colesterol.



TAMANHOS P, M, G, GG, XG*

Além das versões acima, também disponibilizamos Nada em tamanhos especiais, confeccionados sob medida. Consulte-nos! Nossa equipe está a postos para fazer os ajustes na hora, por uma pequena taxa adicional.



*O design, as dimensões e as especificações técnicas estão sujeitos a alterações sem prévio aviso.



RECOMENDADO PELA COMUNIDADE CIENTÍFICA INTERNACIONAL

Estudos clínicos realizados por equipes multidisciplinares nos cinco continentes demonstram que Nada tem ação cientificamente comprovada. Seus efeitos benéficos sobre a epiderme, as sinapses e como catalisador ortomolecular, já amplamente conhecidos pelos orientais há mais de 4000 anos, fazem de Nada um verdadeiro divisor de águas no contexto da terapêutica alopática tradicional.



INSTRUÇÕES DE USO

Retire Nada da embalagem. Rosqueie, no sentido horário, o exclusivo bico dosador localizado ao lado do suporte inferior esquerdo (entre a arruela de fixação e o bocal bi-volt). Agite um pouco antes de proceder à aplicação. Você também pode levar Nada em suas viagens de férias ou passeios de fim de semana. Basta conectá-lo ao acendedor de cigarros do carro. Funciona ainda com 9 pilhas médias, não inclusas.

Nada é item indispensável nos seus roteiros internacionais. Nesse caso, recomendamos solicitar à nossa central de telemarketing o plug conector de Skelfin com casador de impedância (opcional). Para informações mais detalhadas, vide manual do proprietário.



NADA GARANTE A SUA SATISFAÇÃO

Caso não corresponda às suas expectativas, Nada pode ser devolvido. Dúvidas de manuseio, lubrificação e ajuste do termostato poderão ser dirimidas junto à Rede de Serviços Autorizados. São mais de 1500 postos de Assistência Técnica espalhados pelo país. Um deles aí, pertinho de você.



ONDE ADQUIRIR NADA

Embora Nada seja encontrado em múltiplos pontos de venda, de feiras livres a hipermercados e lojas de conveniência, recomendamos a compra em casas especializadas, que dispõem de pessoal treinado na manipulação correta e ecológica do produto.



CARTÃO CLIENTE NADA FIEL. QUANTO MAIS NADA VOCÊ COMPRAR, MAIS NADA IRÁ GANHAR.

Suas compras de Nada valem Nadas extras. Nada mais justo: quem compra Nada, e ainda paga por isso, merece de alguma forma ser recompensado.





© Direitos Reservados

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Sábado é dia de cuidar da saúde

Neste sábado, dia 21 de novembro, a partir das 9 horas, diversos serviços de saúde estarão disponíveis para a população hamburguense, em função do Dia Mundial do Diabetes, comemorado no último dia 14 de novembro. Quem passar pelo Calçadão Oswaldo Cruz, no Centro, poderá realizar exames de glicose, verificar a pressão arterial, tipagem sanguínea, receber orientação nutricional e física, e passar por avaliação com profissionais de fisioterapia, além de conferir os serviços de quiropraxia, enfermagem, farmácia e conhecer o projeto de reabilitação de amputados. O evento será cancelado em caso de chuva.


As ações servem, conforme a secretária da Saúde de Novo Hamburgo, Clarita de Souza, para conscientizar a população e alertar sobre a prevenção, cuidados com a doença e o diagnóstico precoce. “Ninguém está livre da diabetes. Por isso precisamos alertar a comunidade sobre os fatores de riscos e as medidas que devem ser tomadas para evitar a doença.” A atividade é uma realização da Secretaria da Saúde em parceria com a Associação Riograndense de Apoio ao Diabético (ARAD) de Novo Hamburgo, Instituto de Nefrologia Dr. Gilvan Fontoura, Lions Clube Terceiro Milênio, Colégio Santa Catarina, Sindicato dos Médicos de Novo Hamburgo, Farmácias Hamburguesa, Roche do Brasil e Lilly do Brasil.






O quê: Dia Mundial do Diabetes


Quando: Sábado, 21 de novembro, a partir das 9 horas


Onde: Calçadão Oswaldo Cruz, Centro

DIRETO DO RIO DE JANEIRO - Nelson Tangerini




Nelson Marzullo Tangerini


A FAMÍLIA BOTAFOGUENSE




















"Há 3 anos forças ocultas não deixam


o Botafogo ser Campeão Carioca.

Em 2007, o juíz Beltrami deu o título

ao Flamengo.

A Tribuna da Imprensa foi o único jornal do Rio

a comentar o assunto."


José Pinto da Costa, natural de Valença do Minho, Portugal, veio para o Brasil com 6 anos de idade.
Veio para trabalhar com os tios, donos da Casa Pinto, na Rua Buenos Aires, no centro do Rio de Janeiro. Estes prometeram a sua mãe que lhe dariam trabalho e estudo. José, primo do ator português Jaime Costa, porém, não passou de um simples vendedor de móveis. Seus tios jamais se preocuparam em lhe dar instrução.



Para nossa família, José, o lusitano que torcia ardorosamente pelo Botafogo, e que todos nós chamávamos de Dindinho, foi um santo, aquele cidadão sem diplomas, humilde e sábio que nos converteu a todos, Maurício Marzullo e Maurício Jorge saturno Marzullo, Dinorah Marzullo, Nestor Tangerini [que um dia torceu pelo América do Rio por causa de seu amigo Lamartine Babo], Nirton, Nirson e Nelson Tangerini em botafoguenses.



Posteriormente, vieram Alexandre, Leonardo e Leandro Marzullo Barcelos, convertidos pelo pai, Amadeu José Ferreira Barcelos, marido de Marisa, pelo avô Maurício e pelo tio Maurício Jorge.



Falava-me da história do Elektra Football Club, fundado em 1904, dos dois Botafogos [futebol e regatas] que se uniram, dos grandes mitos Heleno de Freitas e Mimi Sodré, dos grande jogos, das grandes jogadas, do campeão desde 1910 e do tetracampeonato histórico.



Casado em segundas núpcias com a atriz Antônia de Oliveira Soares Marzullo, minha avó, mãe de três gloriosos filhos, Maurício, Dinah [minha mãe] e Dinorah, José não deixou descendentes biológicos, mais foi um verdadeiro pai e avô para todos nós, que formamos uma família botafoguense.



O primeiro a ser convertido em botafoguense foi Maurício Marzullo, advogado e poeta. Maurício me contou que foi com José que assistiu pela primeira vez a um jogo do Alvinegro de General Severiano. O glorioso, que não pode perder para ninguém, como diz seu hino, composto por Lamartine babo, foi goleado pelo América por 11 x 1. Maurício ficou meio frustrado e atormentado com a chuva de gols do Diabo; e José, que tinha em mente converter o garoto em mais um torcedor do Clube da Estrela Solitária, imagino, deve ter pensado que pela cabeça do enteado tivesse passado a idéia de mudar de clube. O tempo foi passando, vitórias e grandes estrelas foram vindo e Maurício foi se apaixonando definitivamente pelo clube, que, um dia, projetou grandes estrelas como Mimi Sodré, Heleno de freitas, lenda viva do futebol carioca, aquele que morreu delirando e pensando no clube, o Demônio das Pernas Tortas ou Alegria do povo Garrincha, a Enciclopédia do Futebol Nilton Santos, o seguro goleiro Manga, o Folha Seca Didi, Amarildo, Zagallo, João Saldanha, O Imperador Jairzinho, O Arteia Waltencir, O Canhotinha de Ouro Gérson etc. Tanto que o poeta Marzullo dedicou ao clube um iluminado soneto:





“BOTAFOGO F. R.


A família botafoguense



Nas desportivas lides aclamado



por altos feitos de valor e glória,



o Botafogo é tido e consagrado



como o que luta mais pela vitória.



Rememorando os triunfos do passado



nas páginas sem par da sua História,



veremos quanto esforço denodado



para manter sem mancha a trajetória!



Irmãos botafoguenses, reprimidos



os ódios, desavenças e paixões,



juremos com fervor que, sempre unidos,


honrando o nosso clube e as tradições,



bem alto o elevaremos, destemidos,



alicerçado em nossos corações!!!”





José, que, vindo para o Brasil, aos 6 anos, deixava para trás a sua mãezinha, pedia que minha mãe lesse as cartas que sua mãe querida lhe enviara de Portugal. Tinha-as todas guardadas, numa caixa. Um dia, José juntou dinheiro para visitar a mãe, já muito idosa. Talvez se vissem pela última vez. Mas José foi roubado e seu sonho não pôde ser concretizado. Nunca mais se viram. Sua mãe veio a falecer. Dinah era uma voz feminina a ler e reler as cartas de sua mãe. Sentado em sua cama, o Zequinha fechava os olhos e chorava copiosamente. A saudade lusitana o torturava.

- Como me arrependo de deixar meus filhos irem para o Brasil! – lamentava ela.


Quando estive em Portugal, em 2002, acompanhando o escritor Edgar Rodrigues, fiz questão de ir ao Minho. Queria fazer a viagem que meu avô não fez. De lá, telefonei para minha mãe e lhe disse:



- Olá, mãe, sou eu, Nelson, seu filho. Estou na terra do Zé, no Minho. Daqui vejo a Espanha.



[O Botafogo teve os maiores jogadores do mundo; é o clube que mais cedeu jogadores à Seleção Brasileira (97). Invejado por muitos, O Glorioso é, por isto, o time mais roubado da história do futebol brasileiro]

Nelson Marzullo Tangerini, 53 anos, é escritor, jornalista, compositor, poeta, fotógrafo e professor de Língua Portuguesa. É membro do Clube dos Escritores Piracicaba [ clube.escritores@uol.com.br ], onde ocupa a Cadeira 073 – Nestor Tangerini.





nmtangerini@gmail.com, nmtangerini@yahoo.com.br

http://narzullo-tangerini.blogspot.com/


e
http://nelsonmarzullotangerini.blogspot.com/

ATELIER LIVRE CONVIDA PARA ESPETÁCULO DE DANÇA

QUANTO TEMPO O TEMPO TEM?

dias 24, 25 e 26 de novembro
no Centro de Cultura - Novo Hamburgo



Manifestação cultural dá início à Feira da Música do Sul


Gelson Oliveira abriu os shows do Guapos, Loucos e Letrados (Divulgação/Feira da Música do Sul)


Grupo Show faz agito cultural na abertura da Feira da Música do Sul ((Divulgação/Feira da Música do Sul)





Ao som do Grupo Show de carnaval da região metropolitana e em meio a performances sobre pernas de pau teve início, na noite desta quinta-feira (19), a primeira Feira da Música do Sul. A solenidade, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, contou com a participação do coordenador do Fórum de Economia da Cultura da Assembleia Legislativa do RS, deputado estadual Ronaldo Zülke, do coordenador do Fórum Permanente de Músicos do RS, Moysés Lopes, e do prefeito da cidade, Tarcísio Zimmermann.

“A paixão pela música foi o que nos motivou a realizar esta Feira. E é desta paixão que falaremos nos próximos três dias de evento”, disse Moysés. Ronaldo Zülke ressaltou que não é possível pensar no futuro do Brasil e do Rio Grande do Sul sem levar em consideração as mais variadas formas de manifestação cultural que surgem constantemente. “Precisamos potencializar a produção cultural no nosso Estado e é por isso que eu espero que essa seja a primeira de muitas feiras que virão para o setor da economia da cultura”, projetou Zülke.

A primeira noite da Feira teve muita música. Depois do samba, personalidades da música popular urbana produzida no Estado nas últimas décadas subiram ao placo no espetáculo Guapos, Loucos e Letrados. Entre eles, Nei Lisboa, Beteto Alves, Gelson Oliveira e Hique Gomez. Em seguida o púbico teve a oportunidade de conferir uma das atrações internacionais da Feira. Manecas Costa, de Guiné Bissau, e Narf, da Galícia, apresentaram seu projeto “Aló Irmão”. No palco do andar superior da Fenac, mais de dez atrações da música nativista fecharam a primeira noite do evento.

Participaram, também, das primeiras atividades da Feira, a gerente da regional sul do Ministério da Cultura, Rosane D’alssasso, a representante da Funarte, Eulícia Esteves, o presidente da Fenac, Ricardo Michaelsen, além de representantes do Sebrae RS e de prefeituras da região do Vale do Sinos.

A Feira da Música do Sul tem programação até domingo, dia 22, com entrada franca para todas as atividades. O programa está disponível no site www.feiradamusicadosul.com.br.



Realização: GB Produtora

Parceiros: Assembleia Legislativa do RS, Fórum da Música do RS, Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo e Fenac

Apoio: BM&A, CEEE, Sebrae, BNDES, Unimed, Vonpar e Converse

Patrocínio: Petrobras e Eletrobrás

A Feira tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério

da Cultura.



Assessoria de imprensa – Juliana Thomaz

 imprensafms@gmail.com ou juthomaz75@hotmail.com

SEU DINHEIRO - Luiz Percy Denardin


Denardin Assessoria Empresarial











VISUALGRAF
- IMPRESSÃO DE GRANDES FORMATOS


- FACHADAS DE EMPRESAS


- OUTDOORS E BACKLIGHTS


- PERSONALIZAÇÃO DE CARROS


SOLICITE ORÇAMENTO E VISITA


SEM COMPROMISSO


FONE: 3556-3535 ou


9102-9081






Denardin Assessoria


Empresarial


- CONSULTORIA FINANCEIRA


- INVESTIMENTO EM AÇÕES


- PROJETOS PARA FINANCIAMENTOS


- ASSESSORIA GERENCIAL


FALE COM QUEM SABE E


GANHE MAIS DINHEIRO


FONE: 3207-3026 ou


9989-2757







MERCADO FINANCEIRO 19/11/09



Brasil "decola", diz capa da revista "The Economist".

A ascensão econômica do Brasil é o tema da capa, de um editorial e de um especial de 14 páginas da última edição da revista britânica "The Economist", onde oito reportagens analisam as razões do sucesso econômico brasileiro e seus potenciais riscos. Intitulado Brazil Takes Off (O Brasil Decola, em tradução literal), o editorial afirma que o país parece ter feito sua entrada no cenário mundial, fato marcado simbolicamente pela escolha do Rio como sede olímpica em 2016. No relatório especial sobre negócios, prevê que antes do ano de 2.050, o Brasil poderá torna-se uma das cinco economias mais potentes do globo, e que se a estabilidade política e econômica do Brasil for mantida, o país poderia situar-se no clube das economias mais privilegiadas do mundo. A revista destaca que o Brasil foi um dos últimos países a ser afetado pela crise econômica mundial e que foi um dos primeiros a sair da recessão. Diz também, que se em 2003 a inclusão do Brasil no grupo de emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China) surpreendeu muitos, hoje ela se mostrou acertada, já que o país vem apresentando um desempenho econômico invejável. A Economist afirma também que o Brasil chega a superar outros Bric e menciona que o Brasil :


- "Ao contrário da China, é uma democracia";


- "Ao contrário da Índia, não possui insurgentes, conflitos étnicos, religiosos ou vizinhos hostis";


- "Ao contrário da Rússia, exporta mais que petróleo e armas e trata investidores estrangeiros com respeito";


Por outro lado, o editorial da Economist ressalva também que o país tem problemas que não devem ser subestimados, e que vão da corrupção à falta de investimentos na educação e infraestrutura, este último evidenciado pelo recente apagão. Na mesma mão, também cita políticos corruptos, um sistema legal pouco funcional e um índice de homicídios altamente preocupante. A revista traz ainda uma reportagem sobre o caso da universitária Geyse Arruda, expulsa da Uniban e depois readmitida, onde na ótica da revista, o episódio mostra que no Brasil, a tolerância convive desconfortavelmente com um recato exagerado.

---------------

Lá fora, enquanto as bolsas americanas estão registrando recuo, as principais bolsas europeias encerraram em queda nesta quinta-feira, com a desvalorização nos preços das commodities puxando mineradoras e demais empresas de matéria-prima para baixo. Com exceção da bolsa da Islândia, os mercados acionários dos 18 países da parte ocidental da Europa recuaram no pregão.



Por aqui,na cauda do mau humor externo, o indice doméstico marcou a sua segunda sessão consecutiva de perdas. Repercutiu ainda a nova taxação de 1,5% de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nas emissões de DRs (Depositary Receipts) de empresas brasileiras no exterior, anunciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, na noite de ontem. A semana encerra no dia de hoje, em função do feriado da consciência negra em São Paulo e vale registrar, que na semana o índice acumulou alta de 1,53%, terceira semana consecutiva de valorização.

Oscilando entre os 65.547 pontos e os 66.564 pontos, com um volume financeiro de R$ 5,72 bilhões, o IBOVESPA acabou fechando proximo da estabilidade aos 66.327 pontos, representando uma queda de 0,28% em relação ao fechamento anterior. No diário ainda em movimento lateral no canal 64.450 / 67.405 pontos.

Os maiores ganhos do dia ficaram por conta da Lojas Americ PN ( 3,07% ), Gol PN ( 2,82% ), Celesc PNB ( 2,69% ), Rossi Resid ON ( 2,24% ) e Cesp PNB ( 1,57% ). As maiores perdas do dia ficaram por conta da CCR Rod ON ( 3,59% ), Souza Cruz ON ( 3,26% ), Cemig PN ( 3,08% ), Redecard ON ( 3,00% ) e Cosan ON ( 2,91% ).

Já o dolar comercial, acompanhando o mau humor dos investidores, encerrou a quinta-feira em alta pela terceira sessão consecutiva. A moeda norte-americana fechou cotada hoje a R$1,7310 representando uma forte alta de 0,76% em relação ao fechamento anterior. Acumula no mes desvalorização de 1,48% e no ano de 2009 a desvalorização chega a 25,85%. No mercado paralelo foi negociada R$1,8400, representando um ágio de 6,30% em relação ao dólar comercial.



INDICES INTERNACIONAIS

Dow Jones - queda de 0,90% ( 18:50 )

Standard & Poor’s 500 - queda de1,25% ( 18:50 )

Nasdaq - queda de 1,55% ( 18:50 )

FTSE 100 - alta de 1,39%

Nikkei - queda de 1,32%

Merval - queda de 1,64%

WINFUT queda de 0,34% - 66.860,00pontos - no ano 75,95%

IBOVESPA queda de 0,30% - 66.318,10 pontos - no ano 76,61%

- BVMF3 queda de 0,84% - 11,80 ( MIN 11,65, MAX 11,97 ) no ano 100,34%

- PETR4 alta de 0,79% - 38,50 ( MIN 37,91, MAX 38,90 ) no ano 68,56%

- VALE5 alta de 0,47% - 42,50 ( MIN 41,81, MAX 42,50 ) no ano 77,90%

- GGBR4 alta de 0,89% - 28,29 ( MIN 27,35, MAX 28,58 ) no ano 87,85%

- ITUB4 queda de 2,39% - 37,09 ( MIN 36,88, MAX 37,99 ) no ano 42,11%

- CSNA3 alta de 0,33% - 60,22 ( MIN 59,00, MAX 60,22 ) no ano 107,66%

- USIM5 queda de 1,10% - 49,42 ( MIN 48,67, MAX 49,49 ) no ano 86,35%

- CYRE3 alta de 0,16% - 24,35 ( MIN 23,55, MAX 24,45) no ano 168,17%

- RSID3 alta de 2,24% - 13,70 ( MIN 13,05, MAX 13,70 ) no ano 270,27%

IBOVESPA - Em movimento lateral durante o intraday, atingiu a máxima do dia as 11:50 horas e a minima do dia as 14:20 horas, quando chegou a estar recuando 1,40%. Acabou fechando proximo da estabilidade aos 66.327 pontos, representando uma queda de 0,28% em relação ao fechamento anterior. No diário ainda em movimento lateral no canal 64.450 / 67.405 pontos.

MIN do dia 65.547 pontos / MAX do dia 66.564 pontos

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Novo Hamburgo vive Dia Mundial do Xadrez




A Secretaria de Educação e Desporto (SMED) de Novo Hamburgo transformou a paisagem do Centro da cidade nesta quinta-feira, dia 19 de novembro, data comemorada mundialmente como o Dia do Xadrez. Centenas de estudantes das escolas públicas e privadas se reuniram no Calçadão Oswaldo Cruz e no Centro Municipal de Xadrez, que fica no Espaço Cultural Albano Hartz, para participar de torneios e afiar o raciocínio. Conforme Tarcísio Zimmermann, o xadrez é uma grande ferramenta no desenvolvimento do saber. “Um bom enxadrista planeja todo o jogo na cabeça mesmo antes dele iniciar a partida”, afirma o prefeito, alegando que o evento é uma oportunidade especial para os jovens se tornarem mais sábios.

Para o secretário de Educação e Desporto, Alberto Carabajal, as atividades colocam o Município no circuito nacional nessa modalidade esportiva. “Celebrar o Dia Mundial do Xadrez com um evento dessa magnitude demonstra o envolvimento da comunidade neste jogo milenar.” Carabajal lembrou que um exemplo do reconhecimento do trabalho desenvolvido no Município se dará com a realização dos jogos Pan-americanos de Xadrez em 2010, que ocorrerá em Novo Hamburgo. Além disso, Carabajal salientou que o programa de Xadrez Escolar está inserido em mais de 46 escolas municipais, atendendo cerca de 10 mil estudantes.

Durante todo o dia cerca de 240 estudantes participaram de torneios e amistosos, simultâneas e outros desafios que envolvem o xadrez. Desde às 9 horas, os jovens enxadristas competiram na Final do Circuito Rede Municipal. Cada um deles conquistou uma das 140 vagas nas categorias sub-8, sub-10, sub-12, sub-14 e sub-16 do torneio em competições regionais. Outras 100 crianças participaram do Torneio Aberto de Escolares, que reuniu estudantes das escolas públicas e privadas do município. Na noite o destaque foi o Torneio Aberto, destinado a todos os hamburguenses interessados na prática do xadrez.

Arnaldo Dutra assume a SEMAM


O prefeito Tarcísio Zimmermann, o secretário interino da SEMAM, Arnaldo Dutra e o ex-secretário, Ernani Galvão
(créditos: Diogo Fernandes).




Na tarde desta quarta-feira, 18 de novembro, o prefeito Tarcísio Zimmermann, juntamente com seu secretariado e os funcionários da secretaria de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (SEMAM), deu posse ao novo titular da pasta, Arnaldo Dutra. Ele permanecerá no cargo de forma interina e dividirá suas atenções com o trabalho de diretor-presidente da Comusa – Serviço de Água e Esgoto de Novo Hamburgo.

Tarcísio agradeceu o trabalho prestado pelo ex-secretário, Ernani Galvão, que durante 11 meses esteve à frente da SEMAM. Além disso, o prefeito destacou a competência de Dutra na área ambiental e explicou que a permanência dele na secretaria se faz possível pela forma em que a Comusa se encontra hoje. “O secretário Arnaldo Dutra irá trabalhar meio turno na Prefeitura e meio turno na Comusa. Isso só é possível porque a autarquia está em um estágio sólido e estável”, destaca. Por sua vez, Dutra complementou dizendo que a secretaria não pode parar. “Vamos trabalhar para quando o secretário permanente chegar, que ele consiga organizar suas ações da melhor forma possível”, disse o novo secretário.




SECULT vai premiar melhor decoração de Natal de Novo Hamburgo

Os hamburguenses que gostam de enfeitar suas residências no Natal terão um incentivo extra este ano. Secretaria de Cultura (SECULT) de Novo Hamburgo, está promovendo o 1° Concurso de Decoração Natalina. Poderão participar pessoas físicas e jurídicas nas categorias: decoração externa de residências, de fachadas comerciais e decoração com material reciclado. O prazo para inscrições é de 23 de novembro até 18 de dezembro, e o evento tem parceria do Grupo Sinos.

Os vencedores em cada categoria receberão um vale-compras na loja Comline’s Tramontina, no valor de R$ 1 mil, para o primeiro lugar, e R$ 500,00 para o segundo. A entrega do prêmio ocorrerá durante o evento de encerramento da programação do Natal dos Sinos, no dia 6 de janeiro de 2010. A escolha da melhor decoração acontece entre os dias 19 e 22 de dezembro, em duas etapas. Primeiramente, uma comissão avaliadora fará a pré-seleção das decorações através de fotografias, que devem ser entregues junto com a ficha de inscrição e comprovante de residência na sede da SECULT (Rua Eng. Ignácio Plangg, 66, Centro). As residências e estabelecimentos finalistas serão visitados por uma comissão para a avaliação final. O resultado será divulgado a partir do dia 23 de dezembro.

O concurso respeitará a escolha dos candidatos quanto ao turno (diurno ou noturno) em que a decoração será avaliada, conforme definição na ficha de inscrição. A fotografia também deve respeitar o turno escolhido e ficará à disposição da organização para a divulgação da programação natalina. Confira o regulamento e a ficha de inscrição que estão disponíveis no link da secretaria de Cultura, no site www.novohamburgo.rs.gov.br. Mais informações pelo telefone (51) 3593-2013

SEU DINHEIRO - Luiz Percy Denardin



Denardin Assessoria Empresarial











VISUALGRAF
- IMPRESSÃO DE GRANDES FORMATOS


- FACHADAS DE EMPRESAS


- OUTDOORS E BACKLIGHTS


- PERSONALIZAÇÃO DE CARROS


SOLICITE ORÇAMENTO E VISITA


SEM COMPROMISSO


FONE: 3556-3535 ou


9102-9081






Denardin Assessoria


Empresarial


- CONSULTORIA FINANCEIRA


- INVESTIMENTO EM AÇÕES


- PROJETOS PARA FINANCIAMENTOS


- ASSESSORIA GERENCIAL


FALE COM QUEM SABE E


GANHE MAIS DINHEIRO


FONE: 3207-3026 ou


9989-2757






MERCADO FINANCEIRO 18/11/09





"A arte de vencer se aprende nas derrotas." ( Simón Bolivar )

"A vida está cheia de desafios, que se aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades." ( Martin Luther King )

"Paciência e perseverança tem o efeito mágico de fazer as dificuldades desaparecerem e os obstáculos sumirem." ( John Quincy Adams )

"Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades." ( Epicuro )

"Quem caminha desclaço, não deve semear espinhos." ( G. Herbert )

"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." ( Autor desconhecido )

"As façanhas enchem o coração de presunção perigosa; os erros obrigam os homens a recolher-se em si mesmos e devolvem-lhe aquela prudência de que os sucessos privaram." ( François Fénelon )


Lá fora, enquanto as bolsas americanas estão registrando recuo, as principais bolsas europeias encerraram sem tendência definida e com a alta das commodities não conseguindo ofuscar os indicadores fracos divulgados nos EUA nesta manhã. Lá, os dados do setor imobiliário decepcionaram, com o indicador que mede o número de casas que começam a ser construídas no país caindo 10,6%, surpreendendo negativamente os analistase o índice de preços do consumidor subiu acima do esperado, trazendo temores de inflação.



Por aqui,na cauda da decepção dos investidores com os indicadores norte-americanos, o índice doméstico, mesmo tentando resistir no lastro da boa sessão das commodities, acabou cedendo à tendência acabou entregando os ganhos da véspera, quando havia renovado a sua maior cotação desde o dia 18 de junho de 2008.

Oscilando entre os 66.515 pontos e os 68.059 pontos, com um volume financeiro de R$ 6,40 bilhões, o IBOVESPA acabou fechando praticamente na minima do dia aos 66.515 pontos, representando uma queda de 1,32% em relação ao fechamento anterior. No diário em movimento lateral, com próxima RESISTÊNCIA nos dos 67.405 pontos, testada no inicio da sessão, e próximo SUPORTE nos 65.325 pontos.

Os maiores ganhos do dia ficaram por conta da Souza Cruz ON ( 1,78% ), TAM PN ( 1,61% ), Rossi Res ( 1,52% ), Pão de Açucar PNA ( 1,26% ) e Copel PNB ( 1,07% ). As maiores perdas do dia ficaram por conta da Klabin PN ( 5,76% ), Redecard ON ( 4,09% ), BRF Foods ON ( 3,53% ), Banco Brasil ON ( 3,13% ) e Lojas Americanas PN ( 3,12% ).

Já o dolar comercial, em sessão de forte instabilidade nos mercados, se sustentou no campo negativo durante boa parte do dia. Porém, começou a dar sinais de recuperação principalmente após a nova compra de dólares do Banco Central, o que contribui para marcar, embora modesta a sua segunda alta consecutiva. A moeda norte-americana fechou cotada hoje a R$1,7180 representando uma alta de 0,17% em relação ao fechamento anterior. Acumula no mes desvalorização de 2,22% e no ano de 2009 a desvalorização chega a 26,40%. No mercado paralelo foi negociada R$1,8300, representando um ágio de 6,71% em relação ao dólar comercial.

INDICES INTERNACIONAIS

Dow Jones - queda de 0,19% ( 18:50 )

Standard & Poor’s 500 - queda de 0,22% ( 18:50 )

Nasdaq - queda de 0,68% ( 18:50 )

FTSE 100 - alta de 0,07%

Nikkei - queda de 0,55%

Merval - queda de 0,69%

WINFUT queda de 1,06% - 67.000,00pontos - no ano 76,32%

IBOVESPA queda de 1,32% - 66.615,66 pontos - no ano 77,40%

- BVMF3 queda de 3,09% - 11,90 ( MIN 11,90, MAX 12,42 ) no ano 102,04%

- PETR4 queda de 0,52% - 38,20 ( MIN 38,20, MAX 39,20 ) no ano 67,25%

- VALE5 queda de 2,31% - 42,30 ( MIN 42,30, MAX 43,80 ) no ano 77,06%

- GGBR4 queda de 1,27% - 28,04 ( MIN 28,03, MAX 28,84 ) no ano 86,19%

- ITUB4 queda de 1,25% - 38,00 ( MIN 37,81, MAX 38,65 ) no ano 45,59%

- CSNA3 queda de 1,48% - 60,02 ( MIN 59,80, MAX 61,56 ) no ano 106,97%

- USIM5 queda de 0,46% - 49,47 ( MIN 49,40, MAX 50,90 ) no ano 86,54%

- CYRE3 queda de 1,78% - 24,31 ( MIN 24,25, MAX 25,18) no ano 167,73%

- RSID3 alta de 1,52% - 13,40 ( MIN 13,21, MAX 13,65 ) no ano 262,16%

IBOVESPA - Subiu 0,95% nos primeiros 20 minutos do pregão, mas não se sustentou e passou o restante do intraday em movimento de queda, entregando os ganhos da véspera. Acabou fechando praticamente na minima do dia aos 66.515 pontos, representando uma queda de 1,32% em relação ao fechamento anterior. No diário em movimento lateral , com próxima RESISTÊNCIA nos dos 67.405 pontos, testada no inicio da sessão e próximo SUPORTE nos 65.325 pontos..

MIN do dia 66.494 pontos / MAX do dia 68.059 pontos

Feira da Música do Sul começa nesta quinta-feira

Evento que reunirá a cadeia produtiva da música será realizado nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo


Com um espaço para múltiplas atividades ligadas à cadeia produtiva da música, com uma programação rica e diversificada, começa nesta quinta-feira (19) a primeira edição da Feira da Música do Sul. Durante os dias 19, 20, 21 e 22 de novembro, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, o público poderá participar de oficinas com personalidades da música e agentes culturais, assistir 125 atrações musicais de diferentes gêneros e integrar as rodadas de negócios do Sebrae RS e do projeto Comprador e Imagem. O evento tem entrada franca.



Na mostra de Produtos e Serviços, a cadeia produtiva da música estará representada, em 50 estandes, por fabricantes de instrumentos musicais e equipamentos, mídia especializada, indústria fonográfica, projetos sociais, estandes institucionais, além de uma praça de alimentação que priorizará a Economia Popular e Solidária.



A programação musical será diversificada e terá como âncora três espetáculos que pretendem traçar um panorama da música do Rio Grande do Sul produzida na segunda metade do século XX, por meio de seus principais movimentos: os festivais nativistas, o rock gaúcho e a música popular urbana. A ideia é valorizar os principais compositores, intérpretes e instrumentistas destes movimentos surgidos nos anos 60, 70, 80 e 90 em shows coletivos com artistas gaúchos.

O projeto Comprador e Imagem, realizado pela primeira vez no RS em 2008, ganhará a segunda edição dentro da Feira da Música. Desta vez, quatro convidados internacionais, entre compradores de música e profissionais de mídia, virão ao Estado para fazer contatos com nossos músicos e produtores.



A primeira edição da Feira da Música do Sul tem como principais articuladores o Fórum de Economia da Cultura, coordenado pelo deputado Ronaldo Zülke (PT/RS) na Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa do RS, e o Fórum Permanente de Música do RS, coordenado pelo músico Moysés Lopes.



Realização: GB Produtora

Parceiros: Assembleia Legislativa do RS, Fórum da Música do RS, Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo e Fenac

Apoio: BM&A, CEEE, Sebrae, BNDES, Unimed, Vonpar e Converse

Patrocínio: Petrobras e Eletrobrás

A Feira tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério

da Cultura.





Assessoria de imprensa – Juliana Thomaz

99137695 – imprensafms@gmail.com ou juthomaz75@hotmail.com



O que: Feira da Música do Sul


Quando: de 19 a 22 de novembro, das 13h às 24h


Onde: Pavilhões da Fenac - Av. Nações Unidas, 3825 – Novo Hamburgo/RS


Entrada Franca

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

CRUZ E SOUSA E TANGERINI


Nelson Tangerini




DIÁRIO CATARINENSE



e


JORNAL DE SANTA CATARINA
 




DIRETO DO RIO DE JANEIRO - Nelson Tangerini


Nelson Marzullo Tangerini

AQUELE OUTRO POETA NEGRO [*]




A poesia negra brasileira não cessou com Luís Gama – poeta satírico, filho de uma negra e um português e vendido como escravo pelo próprio pai -, João da Cruz e Sousa ou Solano Trindade. Na verdade, ela continuou existindo com Milton Nascimento, Cartola, Gilberto Gil, Paulinho da Viola, Carlos Cachaça, Grande Otelo [**], Nelson Sargento, Monsueto – que conheci quando tinha 12 anos -, Ataulfo Alves – que foi amigo do meu pai, Nestor Tangerini, e nosso vizinho -, entre outros. Caldas Barbosa, que tinha sangue negro em suas veias, aliás, antes de Cruz e Sousa e Solano, com suas modinhas e lundus, brilhava e encantava os lusitanos no Brasil e em Portugal, para onde foi definitivamente.



O poeta Adão Ventura é uma prova viva disto. E abro aqui uma sugestão para que alguém, neste país, com sangue negro e uma dívida sem tamanho para com os negros, tratados como animais de carga e irracionais por ingleses e portugueses, escreva uma tese de mestrado ou doutorado sobre a poesia afro-brasileira.



Adão Ventura Ferreira Reis, que nasceu em Santo Antônio do Itambé, no interior de Minas Gerais, em 1946, assim como Cruz e Sousa e Solano, foi um militante da causa negra. Sua poesia, impregnada de questões da negritude, revela um poeta sensível, sonoro, fluente, preocupado com a situação do negro no Brasil e no mundo. Iniciando os períodos com letras minúsculas e escrevendo África – sempre – com letras maiúsculas, Ventura estimula, com elegância, a altivez e a dignidade do povo negro, que jamais pediu ao europeu para ser escravo no Brasil ou na América do Norte. A projeção do negro nas Américas, como sabemos, é lenta, lentíssima, difícil. O negro, vigiado, policiado por todos os lados, vê-se como O Emparedado, do texto em prosa de Cruz e Sousa. O Brasil, hipócrita, ainda não assumiu o sangue negro a correr em suas veias; o sangue daqueles africanos humilhados pela escravidão, um crime tão hediondo quanto o Holocausto de judeus na Alemanha de Hitler.



Castro Alves, poeta romântico brasileiro, em O Navio Negreiro, descreve a humilhação sofrida pelo negro desde a sua captura em continente africano:



“4a.



Era um sonho dantesco... O tombadilho

Que das luzernas avermelha o brilho,



Em sangue a se banhar,



Tinir de ferros... estalar do açoite...



Legiões de homens negros como a noite,



Horrendos a dançar...





(...)




5a.


Senhor Deus dos desgraçados!

Dizei-me vós, Senhor Deus!



Se é loucura... se é verdade



Tanto horror perante os céus...



Ó mar! Por que não apagas



Co´a esponja de tuas vagas



De teu manto este borrão?...



Astros! noite! tempestades!



Rolai das imensidades!



Varrei os mares, fufão!



(...)




Homens simples, fortes, bravos...



Hoje míseros escravos,



Sem ar, sem luz, sem razão...”




Sobre Adão Ventura, escreveu Manuel Lobato: “A iniqüidade do mundo e o mistério da vida gritam na sonoridade de seus versos”.



Eis alguns exemplos de sua poesia militante:


“Para um negro


para um negro



a cor da pele



é uma sombra



muitas vezes mais forte



que um soco.



para um negro



a cor da pele



é uma faca



que atinge



muito mais em cheio



o coração”.



e



“Das biografias – Um


em negro



teceram-me a pele



enormes correntes



amarraram-me ao tronco



de uma Nova África.




carrego comigo



a sombra de longos muros



tentando impedir



que meus pés



cheguem ao final



dos caminhos.



mas o meu sangue



está cada vez mais forte.



tão forte quanto as imensas pedras



que meus avós carregaram



para edificar os palácios dos reis”.





Formado em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, em 1973, Adão, a convite da University of New México, foi para os Estados Unidos, onde lecionou literatura contemporânea.






Embora pouco lido e pouco divulgado – por ser negro? -, Adão publicou diversos livros, dentre eles A cor da pele, Texturafro e As musculaturas do Arco do Triunfo. São livros difíceis de serem encontrados. As editoras, pouco preocupadas com a poesia negra, não os reedita. E ninguém os encontra em sebos.






Adão Ventura participou de várias antologias e seus poemas foram traduzidos para o inglês e o alemão. Um de seus poemas, inclusive, foi incluído na antologia Os Cem Melhores Poetas Brasileiros do Século, organizada por Ítalo Moriconi para a Editora Objetiva, de São Paulo.






Em 2002, o poeta negro publicaria mais um livro difícil de ser encontrado: Litanias de C Cão.






Ainda desconhecido por parte de muitos professores de literatura, alunos de Letras, escritores e jornalistas, Adão faleceu em junho de 2004.






Como um poeta tão grande e tão nobre pode ficar de fora dos cursos de Letras, de livros de literatura e da “rodinha” literária?






O jornal Estado de Minas, felizmente, comentou seu falecimento, em 2004, fazendo uma retrospectiva de sua vida e de sua obra, tão justamente lembrada.




-----------------------------------------


Nelson Marzullo Tangerini, 54 anos, é professor de Língua Portuguesa e Literatura, escritor, poeta, compositor e fotógrafo. É membro do Clube dos Escritores Piracicaba [clube.escritores], onde ocupa a Cadeira 073 – Nestor Tangerini.


nmtangerini@yahoo.com.br , nmtangerini@gmail.com


http://narzullo-tangerini.blogspot.com/


www.recantodasletras.com.br





[*] O título “Aquele outro poeta negro” faz alusão à crônica “Aquele poeta negro”, de Affonso Romano de Sant´Anna, publicada no Jornal do Brasil e no livro Reencontro com Cruz e Sousa, de Uelinton Farias Alves.





[**] Grande Otelo, ator, poeta e compositor trabalhou nas peças No tabuleiro da baiana, Magnífica! e Gol!, de Nestor Tangerini.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

CINE DEBATE ABSINTHO




O Grupo de Agitos Gerais e banda Absintho tem o prazer de trazer aos amigas e amigos dois convites:


Um é para mais uma sessão de Cine Debate.

Dia 21.11 do corrente, sábado agora, às 16hs, na sede da Difusão Cultural de Atibaia, à rua Adolfo André, 2080, em Atibaia.

É gratuita a participação e após a exibição do filme de Tim Burton "Ed Wood" haverá mesa redonda com a participação dos professores Orivaldo Leme de Biagi, João Gilberto da Silva e João Paulo Correia Lima.

Até lá!

Compareçam e divulguem para os amigos... mais informações podem clicar na tirinha do filme, aí em baixo...



Abraços!!


Academia Bragantina de Letras


Círculo de Estudos Avançados de Literatura

Ciclo de Conferências "Um Certo Olhar"

Dando sequência às suas atividades para o ano de 2009, o Círculo de Estudos Avançados de Literatura – CEAL, tem a satisfação de convidar Vossa Senhoria para a Conferência com o Dr. Thamiel de Toledo Duaik, sobre o tema:

“Literatura e Arte no Direito”

Data: Segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Horário: 20 h 30 min

Local: Auditório Ex-Vereador Prof. José Nantala Bádue, Câmara Municipal - Praça Hafiz Abi Chedid, n.º 125 - Bragança Paulista-SP



Sua participação enriquecerá o evento.

banda Absintho

Trips To The Outer Space of Inner Land